Loading...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Track&Field define calendário. Natal, etapas em Abril e Setembro





Agora sim. O Track&Field Run Series divulgou o calendário completo de 2015, o circuito de corrida mais charmoso do Brasil realizará 60 etapas em 30 cidades brasileiras.
Em Natal teremos duas etapas:
1ª Etapa – Natal Shopping
domingo, 12 de abril de 2015
2ª Etapa – Natal Shopping
domingo, 20 de setembro de 2015


quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Corrida para emagrecer


Correr é uma atividade saudável que pode trazer inúmeros benefícios para seus praticantes. Porém, como em qualquer exercício físico, alguns cuidados devem ser tomados na hora de iniciar os treinamentos. No caso das mulheres que estão acima do peso, existem algumas particularidades que devem ser respeitadas para que os trabalhos não gerem lesões e outros problemas de saúde.
O treinador e professor de fisiologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), Paulo Correia, alerta sobre os cuidados iniciais. Segundo o especialista, a nova corredora deve realizar um check-up médico antes das primeiras passadas, principalmente avaliações cardiológicas e laboratoriais. “É importante também saber se ela está livre de problemas ortopédicos, como nos joelhos, tornozelos e quadris”, explica.
Cuidados nos primeiros passos – Em alguns casos, em especial o de obesidade, a nova esportista não deve iniciar essa atividade com treinos de corrida. A caminhada é uma excelente atividade introdutória e, além de ser prazerosa e proporcionar a queima de gordura, não exige altas frequências cardíacas e diminui os riscos de lesões causadas pelo impacto do corpo com o chão.
Esse impacto exige muito das estruturas ósseas e musculares. Correia alerta que, para proteger o corpo de lesões, é preciso incluir na primeira planilha de treinos os exercícios de musculação, de resistência e flexibilidade das áreas do corpo utilizadas durante as passadas. “Sem isso, a corredora terá uma vida
curta no esporte”, alerta o fisiologista, que ainda complementa afirmando que um calçado com bom sistema de amortecimento é a melhor opção para quem está acima do peso.
Apenas correr não basta – Ana Maria Martins, nutricionista e diretora da consultoria Nutricius – Nutrição Esportiva e Qualidade de Vida, dá algumas dicas sobre como deve ser a alimentação de quem está acima do peso e quer começar a treinar. “As mulheres com sobrepeso devem optar por frutas, verduras e legumes diariamente, além de reduzir no cardápio da presença de alimentos mais gordurosos e ricos em açúcares”, explica.
Como qualquer novo hábito, uma reeducação alimentar requer disciplina e paciência. A nutricionista complementa: “A formação do hábito alimentar é influenciada por vários fatores – fisiológicos, psicológicos, socioculturais, econômicos – e ocorre desde a infância até o momento em que essa mulher escolherá consciente e independentemente os alimentos que farão parte da sua dieta. Por isso, a mudança de hábito alimentar deve ser gradual. É importante estabelecer metas pequenas e atingíveis para que os benefícios cheguem aos poucos”, finaliza

f:suacorrida

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Calendário marca um novo mes para o X-Terra Natal

O X-Terra Rota do Sol em Natal, tradicionalmente no mês de fevereiro ou março, este ano será em setembro, no sábado dia 12. Confira o calendário 2015 e va se preparando:

click para ampliar


.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Corrida São Sebastião Adiada





Por ocasião do falecimento do Vereador Luis Carlos Marques, ocorrida no ultima sexta dia 16,  a Corrida de São Sebastião que seria dia 17, FOI ADIADO PARA DIA 24 DE JANEIRO, no mesmo local e horário. A organização do evento agradece a compreensão dos atletas e confirma que o regulamento será mantido, apenas com alteração da data.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Dicas para um bom ano na corrida



O mês de janeiro já está com tudo, mas você ainda não se sente motivado para correr? Isso é comum em muitos casos, ora pela preguiça, ora pela dúvida entre os corredores sobre o que fazer para correr bem e fazer uma boa temporada.
Muito além de simples dicas, as sugestões abaixo podem entrar para a sua rotina e virar um hábito. Que tal aproveitar o momento para (re)começar?

Corra pela manhã 
A ideia desta dica é tornar a corrida uma peça fundamental do seu dia, que implicará em mais disposição e animo para enfrentar as tarefas da sua rotina. Correr pela manhã pode facilitar a vida de muito corredor, pois, além de ser o pontapé inicial do dia, pode acarretar em energia extra para enfrentar os problemas do dia.

Coma mais vegetais 
Comer a quantidade ideal de vegetais ajuda a viver mais e melhor, fazendo que você mantenha um peso saudável e afaste os riscos de sofrer com doenças do coração e com a hipertensão. Quando você come mais vegetais, oferece ao organismo uma dose extra de fibras, essenciais para regular o funcionamento intestinal.
Pesquisas apontam, por exemplo, que consumir diariamente cinco porções de vegetais (intercaladas com frutas) por dia, pode lhe render até três anos a mais de vida.

Treine o fortalecimento muscular regularmente
 O fortalecimento muscular é parte fundamental do treinamento de um corredor. Essa atividade garante um corpo preparado para aguentar o esporte, sem que haja problemas com lesões.

Desligue seu relógio uma vez por semana 
Você é obcecado pelo seu GPS ou relógio para contar o tempo que gasta nos treinos? Experimente largá-lo pelo menos uma vez durante a semana para sentir o seu ritmo natural e a sua respiração. Sem a pressão de medir a intensidade ou seu ritmo, você pode correr mais tranquilo e a corrida pode se tornar mais fácil.

Durma o suficiente
 Você precisa estar ciente de que, quanto maior a intensidade do esforço, maior a necessidade de recuperação. A maioria sabe que a privação do sono prejudica a atividade imunológica e a função cerebral. E isso também influencia negativamente a fisiologia. Por isso, o sono adequado durante a semana e antes de uma competição é essencial. Se você dormir mal ou pouco, não terá a reserva de energia suficiente para encarar a prova.

(Fonte: Gérson Marques, professor de educação física da UNIMESP – SP)


.

II Maratona Mossoró / Tibau


II Maratona de Revezamento Mossoró-Tibau
Dia: domingo, 24 de janeiro
inscrições: até  23 de janeiro. Os competidores interessados em participar devem se dirigir ao Ginásio Poliesportivo Pedro Ciarlini, das 8h às 11h. Cada equipe pode inscrever até cinco atletas e o valor para cada competidor é R$ 25,00, além de 2kg de alimento não perecível.
 A maratona de 42km será dividida em cinco polos, sendo o primeiro e o segundo de 9km e os outros três polos com 8km de distância .A largada será em frente à Praça de Esporte, na Avenida Rio Branco, em Mossoró, tendo como chegada o último posto na entrada de Tibau.
categorias: masculino nacional (aberto), masculino local (aberto) e feminino (aberto)”, informa a assessoria. Os primeiros colocados em cada categoria na competição receberão uma premiação em dinheiro. Para a modalidade ‘Masculino aberto’, a premiação é de R$ 1.500,00, R$ 1.000,00 e R$ 500,00, para os primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente. Já para as categorias ‘Local masculino’ e ‘Feminino aberto’, os valores da premiação do primeiro ao quinto lugar são de R$ 1.500,00, R$ 1.000,00, R$ 500,00, R$ 300,00 e R$ 200,00.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Erros mais frequentes em competição: Os primeiros 2 kilometros …


Para a maioria dos participantes em competições superiores a três quilômetros, a forma como se percorrem os primeiros mil metros vai ter repercussões fundamentais no resultado que se vier a obter, Na realidade, levados pelo entusiasmo que se vive nos momentos que antecedem o tiro, a maioria dos corredores assume um comportamento irreal nos primeiros metros da sua corrida, o que acaba por se traduzir numa partida em ritmo forte e muito acima as capacidades competitivas do atleta.
O problema é que quanto mais longa for a Competição, maior será a fatura a “pagar” no que toca ao tempo cronométrico.
Para combater este erro, o qual, como referimos, está diretamente relacionado com a euforia dos primeiros momentos, o atleta, para além de tentar partir calmo, deve verificar o tempo que demorou a percorrer o primeiro quilometro da sua competição.
Claro que não é fácil aperceber-se do ritmo de passada que está a utilizar na fase inicial da corrida, mas o acerto, a tomada de consciência do andamento, deverá surgir logo à passagem do primeiro quilometro e nunca mais tarde.
Tomemos o exemplo de um corredor que vai efetuar uma competição de 10.000 metros, em estrada, e visa uma marca a rondar os 38’30, o que vai equivaler a que cada quilometro seja percorrido ao ritmo-uniforme de 3’50.
Ao tiro, ou melhor, quando passou o risco oficial de partida, teve o cuidado de acionar o seu cronometro pessoal. Volvidos o primeiro quilometro verifica que despendeu 4’12’, ou seja, há que acelerar e tentar imprimir um ritmo próximo do seu objetivo de 3’50 por cada fração de 1.000 metros.
Note-se que esta aceleração não pode, nem deve, ser brusca, pois isso iria contribuir para um dispêndio excessivo de energias.
Não, a aceleração deve ser gradual, aos poucos, para que se possa atingir o ritmo de passada desejada não logo mas, digamos, ao cabo de 500/600 metros. Se estivermos perante uma situação inversa, a mais frequente. em que o corredor venceu o primeiro quilometro, por exemplo, em 3’30, há que imprimir um ritmo mais lento, também de maneira gradual, e isso mesmo no caso de sentir grande facilidade no desenrolar da corrida.
Se se estipulou que o objetivo possível era de 38’30, há que seguir, tanto quanto possível “à risca”, a tabela de tempos de passagem esquematizada, digamos, pelo menos durante os dois terços da quilometragem competitiva. Depois, depois, se houver forças, há muito espaço para que no último terço da competição se possam ganhar muitos bons segundos. Isto, repetimos, se ainda existirem forças para isso!”.
O problema é que a experiência diz-nos que, regra ‘geral, o que vai acontecer é o inverso. Partida rápida. primeiro quilometro de “suicida”. o não acerto do ritmo na primeira passagem dos 1.000 metros.
O continuar de ritmos excessivos e o último terço da competição a ser percorrido muito penosamente e já sem reservas energéticas … Como resultado, urna classificação e um tempo final aquém das reais capacidades do atleta. Portanto, mesmo que os primeiros metros sejam de festa, de euforia, o atleta consciente de um bom desenrolar fisiológico do esforço deve preocupar-se em ‘tornar o tempo ao primeiro quilometro, tentar acertar o ritmo de passada pela sua própria tabela de tempos de passagem.
Quando chegar ao segundo quilometro e efetuar idêntico controle é muito provável que o ritmo já esteja certo e que as perdas energéticas dos primeiros metros, com os apertões da partida, já estejam compensados .
Fonte; Spiridon

Corrida da Paz muda de data e será em fevereiro


A tradicional Corrida da PAZ em São José de Mipibu, que este ano realizará a 16º edição teve uma nova mudança de data e passara de 31 de janeiro para 28 de fevereiro. Um novo prazo para novas participações.

Dia: sábado, 28 de Fevereiro
Horário: 16:00h
Percurso: 6 Km.
Valor da Inscrição: R$ 20
Inscrição e informação com Dalmo: 91456917- 99314676--81018910 ou e-mail:  JOSEDALMO@GMAIL.COM

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Corrida de 6 Km da Netshoes com preço de assustar




Para quem acha que os preços de corridas estão caras, a Netshoes esta realizando no dia 8 de fevereiro, em São Paulo, a CORRIDA NETSHOES FUN RACE, uma pequena corrida de apenas 6Km no Parque Ibirapuera e terá a taxa de inscrição de R$ 170,00.O Kit Corrida é composto por número de peito (individual e intransferível), chip de cronometragem descartável, camiseta, sacola e 1 par de meia.
Espera-se 5 mil pessoas e as novidades são largadas alternativas as 7:30, 8h e 8:30 e os estudantes que pagarão meia inscrição.
Esta simples corrida, realizada por uma grande empresa de material esportivo, está somente alavancando os preços de corridas de rua no país.  
 

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Sábado, corrida de são sebastião em Nova Cruz



Data:Sabado, 17 de janeiro de 2015.
Horário:16:00 horas.
Largada e Chegada: Em frente à Igreja São Sebastião
Percurso: 8.100 (oito mil e cem) metros
Local e data das inscrições:  02 a 15 de janeiro de 2015 e poderão ser feitas nos seguintes locais:
  • Nova Cruz: Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, das 08:00 às 17:00 horas
  • Natal: na Pista de Atletismo da UFRN, com o Professor Batista da Equipe de Atletismo Desafio, nas 3ª e 5ª feira, das 17:00 às 19:30 horas;
  • Internet: através do site www.equipedesafio.esp.br

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Recuperação após treinos longos


Foto: Thinkstock.

Os treinos longos são os mais desgastantes, mas, ao mesmo tempo, contribuem – e muito – para que a corredora consiga atingir a sua meta final. Esse tipo de sessão estimula a resistência aeróbia e é fundamental para quem pretende completar uma prova de corrida. “Para que os ganhos sejam mais eficientes, antes do treino indico dormir bem, tomar um café da manhã rico em carboidratos e ingerir 400 ml de água”, recomenda Gustavo Magliocca, diretor-médico da consultoria esportiva Run&Care.
Por exigirem demais, os chamados “longões” pedem um cuidado extra na hora da recuperação. Após o treino longo, é possível que você sinta dores musculares difusas, sensação de cansaço e sono. Por isso, a fase de regeneração é essencial para finalizar a supercompensação do treino, otimizando os ganhos de rendimento e proporcionando mais segurança

Dicas importantes – Magliocca orienta que, logo após terminar a corrida, deve ser feito um trote de 10min em ritmo moderado. “A recuperação começa ainda no próprio treinamento. E é preciso seguir a orientação de um nutricionista para consumir carboidratos e talvez suplementos durante o treino longo”, indica Renato Dutra, supervisor técnico da assessoria esportiva Run&Fun.
Algumas técnicas também colaboram para a recuperação, como a crioterapia – que ameniza a inflamação dos músculos. Há duas maneiras de realizá-la: com a imersão em água gelada ou com sacos de gelo. A seguir, pode ser feita uma massagem para drenar os edemas e eliminar as toxinas.
As meias de compressão podem ser utilizadas para acelerar a regeneração muscular – principalmente das panturrilhas. Ao chegar em casa, deixar as pernas para cima (mais ou menos na altura do quadril) também pode trazer mais alívio.
E depois? – A recuperação pode durar de um a dois dias após o treino longo. Renato Dutra afirma que as corredoras mais experientes podem realizar um trote leve e curto no dia seguinte, enquanto as menos condicionadas devem preferir uma caminhada, pedalar em uma bike ou praticar natação em baixa intensidade. “Se a corredora tiver a sensação de pernas pesadas ou cansaço ao iniciar o treino, significa que ela ainda não está recuperada”, alerta o treinador.
“Depois do exercício, não fique por tempo prolongado em pé nem use salto alto. Além disso, exposição ao sol e ingestão de bebidas alcoólicas também não são recomendadas”, complementa Magliocca. A alimentação deve conter carboidratos de alto índice glicêmico e proteínas, bem como evitar gorduras.

f: suacorrida

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Pipa Extreme 2015





Pipa Extreme
Dia: 7 de Fevereiro

TRIATHLON
Hora: 7h
Local: Pipa/RN
Percursos:
SPRINT (750m-Natação/20km-Ciclismo/5km-Corrida) 100% asfalto
SUPER SPRINT: (350m-Natação/10km-Ciclismo/2,5km-Corrida) 100% asfalto
CORRIDA DE RUA
Hora: 16h
Local: Pipa/RN
Percursos:
5km 100% asfalto
10km 100% asfalto
STAND UP PADDLE
Hora: 7h
Local: Tibau do Sul/RN
Percursos:
FUN EQUIPE: 3km
AMADOR: 4km
PROFISSIONAL: 8km

Período de inscrições:
01/01/2015 à 30/01/2015

www.arenarun.combr